OFICIO-CIRCULAR REGIME PAGAMENTO EM DUODÉCIMOS DOS SUBSÍDIOS


Assunto: Regime de pagamento em duodécimos dos subsídios de férias e de Natal

Este ano a Lei do Orçamento de Estado não manteve em vigor o regime excepcional do pagamento em duodécimos dos subsídios de férias e de Natal.

O Código do Trabalho prevê:

- Salvo acordo escrito em contrário, o subsídio de férias deve ser pago antes do início do período de férias e proporcionalmente em caso de gozo interpolado de férias (cfr. 264º nº3).

- O trabalhador tem direito a subsídio de Natal de valor igual a um mês de retribuição, que deve ser pago até 15 de Dezembro de cada ano (cfr.263º nº1)

O Contrato Colectivo de Trabalho prevê:

- O trabalhador, terá direito a um subsídio de férias, que deve ser pago antes do início do período de férias mais prolongado.

Consequentemente, informamos que a regra é que, salvo acordo escrito em contrário, o subsídio de férias deve ser pago antes do período de férias ou do início do período de férias mais prolongado – devendo o subsídio de Natal ser pago até 15 de Dezembro de cada ano.

Assim, podemos entender que a lei não afasta possibilidade de ambas as partes, empregador e trabalhador acordarem por escrito e individualmente o pagamento do subsídio de férias e de Natal de outro modo – seja o pagamento em duodécimos.

Desde já nos disponibilizamos para prestar quaisquer esclarecimentos adicionais.

Os Serviços Jurídicos, Manuela Folhadela ANIVEC/APIV

Notícia Relevante
Notícias Recentes
Arquivo

SIGA-NOS:

  • Facebook App Icon

ANIVEC / APIV

ANIVEC / APIV - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção

Gerber Task Force

Gerber Task Force

Gerber

Gerber

TopAtlântico

TopAtlântico

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

Fabrics4Fashion

Fabrics4Fashion

The best selection of the finest fabrics for garments!

FUSÃO Comunicação e Imagem

FUSÃO Comunicação e Imagem