top of page

ModaLisboa apresentou o melhor da criatividade e da moda nacional.



A ModaLisboa apresentou, nos dias 9, 10, 11 e 12 de março, a 60ª edição da Lisboa Fashion Week. A edição foi o espelho da forte energia criativa que vivemos hoje, juntando Designers, parceiros industriais, agentes da cultura, imprensa nacional e internacional, líderes de opinião, buyers e convidados. Ao longo de quatro dias, refletiu-se um novo paradigma da Moda de Autor nacional, unindo Designers emergentes aos mais estabelecidos no mercado para gerar uma discussão construtiva sobre os seus contextos e estratégias diversificadas.

A ModaLisboa CORE, em coorganização com a Câmara Municipal de Lisboa, reafirmou a Moda enquanto ativo cultural, aproximando profissionais, empresas e pensadores, e operando enquanto catalisadora de negócios ao reforçar a exposição nacional e internacional do setor.


Os desafios económicos são transversais, e o Sistema de Moda nacional e internacional encontra-se em fase de transição, com alterações profundas na cadeia de valor — com novas dinâmicas digitais que procuram resolver desafios logísticos, de impacto ambiental e social — e no próprio consumidor: as novas gerações reclamam uma Moda mais inclusiva, dialogante, humana e transparente. Estas evoluções apontam novos caminhos em que a Moda de autor tem um papel central, enquanto veículo de mensagens relevantes e embaixadora nata de uma forma responsável, autêntica e aspiracional de criar Moda.


A 60ª Lisboa Fashion Week teve lugar na Lisboa Social Mitra, espaço da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, complementado com uma dimensão digital, amplamente disseminada. A edição teve um impacto notável quer no público presencial, com 12 500 visitantes com convite, quer na audiência online, contando com 956 mil visualizações de streaming dos desfiles no site e app mobile. Fruto da parceria estabelecida com a Altice Portugal, a ModaLisboa apresentou o evento em livestreaming em modalisboa.pt, app mobile e app TV, bem como nas suas páginas de Instagram e Facebook. Ao longo de quatro dias, a Lisboa Fashion Week apresentou 31 coleções de Designers nacionais, em paralelo com uma programação reforçada de conversas que abordaram o cruzamento entre Moda, Tecnologia e Impacto Social.

PROGRAMAÇÃO

A ModaLisboa CORE apresentou nas Fast Talks dois momentos de reflexão sobre a Moda de Autor: os seus desafios, as suas visões, o seu presente e o seu futuro. Com moderação de Joana Barrios, as conferências apresentaram, na primeira parte, um enquadramento da atualidade da indústria, com os testemunhos sobre o papel da educação da Moda para a sustentabilidade, com Olivia Spinelli, diretora artística da IED Moda Milano; Anastasia Bilous, editora de Moda da Elle Ucrânia falou sobre marcas digitais desenhadas para o Metaverso; João Esteves, da marca Diverge e Inês Sequeira, da Casa do Impacto, apresentaram uma visão atual sobre o papel positivo do empreendedorismo com impacto social; e, por fim, João Wengorovius Meneses, Secretário-Geral do BSCD Portugal, apresentou o programa de capacitação que irá juntar novos talentos da Moda com PMEs do setor têxtil em projetos de inovação e Moda circular, beat by be@t, do qual a Associação ModaLisboa é parceira.

A segunda parte das conferências foi exclusivamente dedicada à Moda de Autor nacional, apresentando na primeira pessoa, a perspetiva de vários Designers que integram o calendário ModaLisboa: Ana Duarte (Duarte), Joana Duarte (Béhen), João Magalhães, Luís Carvalho, Marta Gonçalves (HIBU), Nuno Baltazar, Nuno Gama e Valentim Quaresma.

APRESENTAÇÕES & DESFILES

O concurso Sangue Novo, supported by Seaside, apresentou as coleções dos cinco Designers finalistas. O júri, presidido por Miguel Flor e composto por Elisa Nalin, Joana Duarte, Joana Jorge, Pedro Silva, Olivia Spinelli e Sara Sozzani Maino, elegeu os vencedores:

Inês Barreto, vencedora do Prémio ModaLisboa x IED – Istituto Europeo di Design;

Niuka Oliveira, vencedora do Prémio ModaLisboa x Tintex Textiles.

Workstation (plataforma de arranque): ARNDES.

LAB (plataforma de aceleração): Béhen, Constança Entrudo, Filipe Augusto, HIBU, João Magalhães, Olga Noronha.

Passerelle Principal: Buzina, Carlos Gil, Call Me Gorgeous by Luís Borges, Dino Alves, Gonçalo Peixoto, Luís Buchinho, Luís Carvalho, Nuno Gama, Ricardo Andrez, Valentim Quaresma.

Outros projetos: IED Gratuates Fashion Show, Mustique, Portuguese Soul, Salsa Jeans.

Parcerias da Indústria

A ModaLisiboa apresentou, em articulação com os parceiros da Indústria de Moda, vários conteúdos expositivos e performativos, de destacar:

Portuguese Soul da APICCAPS: Em formato de happening de Moda, foram apresentadas algumas das marcas de calçado mais relevantes do mercado, como Ambitious, Carlos Santos, Campobello, Tatuaggi, Leather Goods by Belcinto, Luís Onofre, Miguel Vieira, Nobrand, Sanjo e Valuni.

ModaPortugal Life Cycles by CENIT/ANIVEC: Uma instalação imersiva holográfica de uma fábrica, onde se replicam alguns dos métodos de fabricação que vão desde o modelo mais artesanal — com referência à recuperação de peças de vestuário — à regeneração de resíduos e à tecnologia, com recurso ao 3D e ao virtual. Com esta ação, o CENIT e a ANIVEC pretendem evidenciar as novas dinâmicas de digitalização dos processos industriais e a capacidade do setor para regenerar o Sistema de Moda, tornando-o mais circular. De salientar que Portugal possui uma rede de mais de 6.000 empresas, emprega mais de 128.000 trabalhadores na Indústria Têxtil e do Vestuário e Moda, garantindo as melhores condições de produção no plano social e ambiental para posicionar a indústria de Moda portuguesa como uma referência.

Beleza Não Tem Idade da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa: O projeto da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa que nasceu em 2015, surge no conjunto de esforços no combate aos estereótipos e à discriminação que prevalece na nossa sociedade em relação à idade. O projeto foi apresentado na ModaLisboa em formato expositivo, com autoria de Carlos Rodrigues.


A ModaLisboa CORE é o resultado do trabalho articulado entre vários atores do setor e da sociedade, contribuindo para um sistema da Moda mais informado, global e responsável. É, assim, construída por e para uma indústria que aposta no futuro e na inovação como fatores diferenciadores, aliados a princípios sólidos e práticas sustentáveis. A sua 60ª edição evidenciou a Moda de Autor como figura central na construção de novos caminhos, em conjunto com os seus parceiros da indústria.





Project Manager

Mobile: +351 910 481 875



Commentaires


Notícia Relevante
Notícias Recentes
Arquivo
bottom of page