SIGA-NOS:

ANIVEC / APIV

ANIVEC / APIV - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção

November 15, 2019

Please reload

Notícias Recentes

MODALISBOA INSIGHT

01/03/2019

1/10
Please reload

Notícia Relevante

PRESIDENTE DA ANIVEC EM ENTREVISTA AO DINHEIRO VIVO

17/10/2019

 

Presidente da ANIVEC, César Araújo, em entrevista ao Dinheiro Vivo, considera que a Europa maltrata o sector e opõe-se à “globalização selvagem” e diz que a lei das PME prejudica o emprego.

 

“….sou a favor da reciprocidade nas relações comerciais. Há setores protegidos na Europa, mas o vestuário é maltratado. Temos de fazer chegar a nossa voz ao Parlamento Europeu, é preciso olhar para a indústria e não abrir as portas sem regras. O problema da Europa foi a falta de uma voz, de uma associação. Se houvesse uma indústria de vestuário forte na Europa esta globalização selvagem, sem regras, não acontecia.

 

Portugal manteve uma indústria forte, de excelência, porque temos uma matriz familiar.” Para além do enfoque maior na questão da adaptação ao mercado global, é importante mencionar algumas das principais preocupações no nosso sector, como a falta de mão-de-obra e a sustentabilidade. “A falta de mão-de-obra é transversal e claro que põe em causa a sustentabilidade de muitas indústrias no futuro.

 

O mundo mudou e a forma como hoje fazemos roupa exige que haja mais inovação, mais desenvolvimento de produto. Para isso, precisamos de outro tipo de trabalhadores. Uma das coisas que a ANIVEC procurou fazer, nestes últimos quatro anos, foi abrir-se aos jovens, mostrar que eles são bem-vindos.” “Temos de fazer produtos ecológicos, reciclados, reutilizados, reaproveitando as matérias-primas, mas isso tem um custo. E o consumidor tem de perceber que esse preço tem de ser pago. Mas a própria sociedade vai ter de alterar a sua forma de consumir…”.


“O mundo vive um dos momentos mais instáveis e de grande preocupação. O brexit, na Europa, a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China são tudo questões que transmitem uma grande instabilidade. A instabilidade gera preocupação com o futuro…”.

 

Para ler entrevista na integra, seguir esta ligação.

 

Please reload

Please reload

Arquivo