SIGA-NOS:

ANIVEC / APIV

ANIVEC / APIV - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção

October 24, 2019

October 17, 2019

October 17, 2019

Please reload

Notícias Recentes

MODALISBOA INSIGHT

01/03/2019

1/10
Please reload

Notícia Relevante

OEKO-TEX® LANÇA TESTE PARA ALGODÃO ORGÂNICO

13/04/2018

 

A popularidade do algodão orgânico cresceu substancialmente nos últimos anos. Os consumidores estão cada vez mais preocupados com o meio ambiente e substâncias nocivas nos produtos que compram. Enquanto estão dispostos a pagar mais por alimentos orgânicos e têxteis, esperam que os produtos orgânicos que compram sejam genuínos e verificáveis ​​como tal.

 

A Oeko-Tex está a oferecer novos testes para ajudar as empresas de toda a cadeia global a testar facilmente os seus produtos de algodão orgânico para OGM (organismos geneticamente modificados), um indicador de nível molecular que comprova se os produtos de algodão realmente cumprem uma definição fundamental como orgânicos.

 

Hoje, cerca de 70% do algodão a nível global é geneticamente alterado. Por exemplo, alguns tipos de algodão foram projetados para serem resistentes a herbicidas. Outros foram infundidos com um inseticida para matar pragas como gorgulho.

 

Para se qualificar como orgânico e ser comercializado como tal, o algodão deve cumprir a uma lista abrangente de critérios que regem o cultivo, o processamento e a segregação do algodão. Um requisito importante é que as plantas de algodão não possam ser geneticamente modificadas.

 

Os novos testes OGM da Oeko-Tex visam fornecer uma maneira simples de testar os organismos geneticamente modificados no algodão orgânico. Os produtos de algodão orgânico que procuram a certificação Standard 100 by Oeko-Tex serão obrigados a passar por testes de OGM. O teste de OGM é opcional para outros produtos. Atualmente, a tecnologia de teste de OGM é limitada ao algodão.

Please reload

Please reload

Arquivo