SIGA-NOS:

ANIVEC / APIV

ANIVEC / APIV - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção

October 24, 2019

October 17, 2019

October 17, 2019

Please reload

Notícias Recentes

MODALISBOA INSIGHT

01/03/2019

1/10
Please reload

Notícia Relevante

ALEMANHA - SÍNTESE SETORIAL DE MERCADO DE VESTUÁRIO

15/03/2017

Breve análise do mercado alemão de vestuário

 

As importações alemãs a Portugal são, sobretudo, de t-shirts. Em 2015, Portugal foi o 7º fornecedor do mercado, com 84M€ (as compras alemãs subiram de 79M€ em 2011 para um máximo de 88M€ em 2014).

 

Em 2015, Portugal foi o 18º fornecedor de camisolas e pulôveres, com 35,4M€ e um crescimento médio anual de 6,4% desde 2011 e o 13º de roupa de malha feminina (35M€), valor que tem aumentado a um ritmo médio de 4% ao ano.

 

Como fornecedor de fatos (H e S), Portugal ocupa o 29º lugar no mercado alemão. Em 2015, as importações alemãs atingiram 32M€, com uma taxa média de crescimento de 8,1% nos últimos cinco anos.

 

Nas camisas de homem e senhora ocupa o 20º lugar. Nos últimos cinco anos, as importações têm crescido a um ritmo assinalável (19,1%), atingido mais de 17M€ (em 2011 não chegavam a 9M€). No último ano, as camisas de senhora representavam 70% do total (12M€), com destaque para as fabricadas em algodão, responsáveis por quase metade deste valor.

 

Os preços do vestuário português são, em todos os grupos, superiores aos médios. No entanto, nos fatos (57 264€/ton) e camisas de homem e de senhora (62 984€/ton), a tendência dos últimos cinco anos tem sido decrescente. Por oposição, nas camisolas e pulôveres (39 242€/ton), t-shirts (38 350€/ton) e roupa de malha de senhora (38 585€/ton), a tendência tem sido para o aumento dos preços.

 

Consultar aqui.

Please reload

Please reload

Arquivo