VESTUÁRIO CRESCE 3,5% ATÉ NOVEMBRO

11/01/2016

 

 

As exportações portuguesas de vestuário aceleraram nos primeiros 11 meses de 2015, com um aumento de 3,5%, para 2,66 mil milhões de euros, impulsionado pelo mercado americano, espanhol e holandês.

 

As vendas de vestuário para os EUA registaram uma subida de 38,3%, para 71,1 milhões de euros, mantendo assim a quota do mercado – o principal fora da União Europeia – em 2,7%.

 

Espanha continua a destacar-se como maior comprador de vestuário “made in Portugal”. As exportações para o mercado espanhol cresceram 11,9% até novembro, para 1,14 mil milhões de euros.

 

Entre os principais mercados, sobressai ainda o aumento nos envios para os Países Baixos (+3,9%, para 92,8 milhões de euros) e para a Áustria (+1,3%, para 45,8 milhões de euros).

 

China (+56%, para 8,1 milhões de euros) e Israel (+39,3%, para 3,1 milhões de euros) registaram igualmente uma performance positiva.

 

Para o presidente da direção da Anivec, César Araújo, «o crescimento de 3,5% das exportações de vestuário até novembro representa uma aceleração nos últimos meses, o que comprova a vitalidade e a importância do sector na economia nacional e nas trocas comerciais com o exterior».

 

 

Em anexo: dados do comércio internacional de vestuário

 

Quadro_01

 

Exportações Portuguesas de Vestuário

Please reload

Notícia Relevante

MODALISBOA INSIGHT

01/03/2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes

October 19, 2020

October 19, 2020

October 16, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload

SIGA-NOS:

  • Facebook App Icon

ANIVEC / APIV

ANIVEC / APIV - Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção

Gerber Task Force

Gerber Task Force

Gerber

Gerber

TopAtlântico

TopAtlântico

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

GERBER TECHNOLOGY

Fabrics4Fashion

Fabrics4Fashion

The best selection of the finest fabrics for garments!

FUSÃO Comunicação e Imagem

FUSÃO Comunicação e Imagem